Busca avançada
  1. Home
  2. Setembro Amarelo – Conheça a importância da prevenção ao suicídio
Setembro Amarelo – Conheça a importância da prevenção ao suicídio

Setembro Amarelo – Conheça a importância da prevenção ao suicídio

  • 25 de setembro de 2021
  • 0 Curtidas
  • 6 visualizações
  • 0 Comentários

A prevenção ao suicídio é uma importante campanha que tem mais foco no mês de setembro, quando é tratado pelo Setembro Amarelo. 

Apesar de dados mostrarem o crescimento cada vez mais intenso do suicídio, em grande maioria, pelos jovens, o assunto ainda é visto como um tabu. O suicídio é um problema de saúde pública e por isso deve ser tratado de maneira ampla. 

O Setembro Amarelo surgiu como uma maneira de dar mais atenção a essa causa e conscientizar um número de pessoas cada vez maior sobre suicídio e depressão. 

Setembro Amarelo

O que é o Setembro Amarelo e qual a sua origem?

Para quem não sabe, o Setembro Amarelo é uma campanha originada, no Brasil, pelo Centro de Valorização da Vida – CVVdebates, publicações e campanhas para a prevenção do suicídio tornam-se ainda mais intensas no mês de setembro, contudo, elas acontecem durante todo o ano.

Nas redes sociais o engajamento dos usuários na campanha é bastante perceptível através de diálogos, discussões, publicações e compartilhamentos. 

Vale destacar que o foco da campanha não é tratar do suicídio em si, mas sim da prevenção desse mal. 

Diante disso, um apontamento importante e imprescindível para uma vida mais saudável é o autocuidado. 

Ao perceber que a saúde mental não está nas melhores condições, é necessário praticar o autocuidado.

Assim como quando sentimos uma dor de dente e vamos ao dentista, sentir ansiedade, excesso de raiva ou uma tristeza muito intensa é imprescindível a busca por um pronto-socorro da alma, como ressalta o voluntário do CVV, Carlos Correia.

Ademais, é também válido compreender não apenas o que fazer nestes momentos, mas também o que NÃO fazer. 

O que não fazer e como ajudar alguém

Durante o mês da prevenção do suicídio é destacado também como as pessoas ao redor de alguém que enfrenta depressão ou sintomas que podem levar ao suicídio devem agir para conseguir ajudar a pessoa a tempo.

Para quem se dispõe a ajudar é preciso ter em mente que a escuta deve ser o máximo acolhedora e empática. Além disso, indicar profissionais da saúde especializados é o mais correto.

Mesmo que o intuito seja de ajudar, apenas um profissional detém conhecimento suficiente para evitar que o estado da pessoa se agrave ainda mais. 

Infelizmente, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde – OMS, o suicídio tem sido a segunda maior causa de morte entre os jovens na faixa etária de 15 a 29 anos.

Diante dos números, o  acesso à saúde e a especialistas da área da saúde mental se faz extremamente necessário. 

É comum que quem possua sintomas mais severos não consiga exercer poder suficiente para buscar ajuda, nesse contexto pessoas que estão presentes ao seu redor têm importante papel para a manutenção da vida e de condições positivas para a existência humana.

Se você precisa de ajuda ou conhece alguém que demonstra sintomas de depressão, ansiedade, tristeza profunda ou excessos de raiva, procure um atendimento online através da telemedicina clicando aqui e tenha acesso a profissionais capacitados.

Equipe Unicallmed

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário