Busca avançada
  1. Home
  2. Quais os sintomas de uma coluna inflamada e o que fazer?
Quais os sintomas de uma coluna inflamada e o que fazer?

Quais os sintomas de uma coluna inflamada e o que fazer?

  • 15 de setembro de 2022
  • 0 Curtidas
  • 405 visualizações
  • 0 Comentários

Quais os sintomas de uma coluna inflamada e o que fazer?

Normalmente, em grande parte dos casos a sensação de dor nas costas ou a coluna inflamada é de origem musculoesquelética ou seja, é algo que afeta a região muscular.

As dores podem surgir por diversos fatores, por exemplo, pode ser fruto de uma má postura, stress, muito cansaço, levantamento de pesos, ou pela falta de exercícios de forma regular, entre outros motivos. Podendo assim ser facilmente resolvida por meio de medicação e de algumas medidas que podem ser tomadas.

A dor nas costas pode ocorrer devido a uma patologia da coluna como a espondilose, que é a artrose que atinge a região da coluna, pode ser também por hérnias discais (ou hérnias de disco), estenoses, e outras, ou, então, pode estar ligadas a outras doenças, como por exemplo os cálculos renais (pedra nos rins), aneurisma da aorta, doenças do pâncreas, endometriose, entre diversas outras doenças.

Esse tipo de dor pode se instalar de uma maneira gradual, isso quer dizer que a dor aumenta cada vez mais ou, então, pode aparecer de modo repentino (“súbita” ou “de uma hora para outra”), sendo que este fato e a intensidade da dor não estão, por norma, diretamente ligados com qual é a gravidade do problema. A dor nas costas é um sintoma que deve ser sempre avaliado pelo médico.

Caso a dor nas costas for muito forte ou no caso de existir alguns outros sintomas acompanhados, como febre, arrepios, perda repentina de peso, dificuldade para respirar, falta de ar, dificuldade para se movimentar, e outros sinais e sintomas você deverá buscar a ajuda de um médico de forma urgente.

A dor na coluna e a inflamação afeta uma grande parte da população, estando entre uma das principais causas de absentismo ao trabalho. Mesmo que as dores na coluna sejam em grande parte dos casos perfeitamente benignas, elas podem também trazer bastante complicações e incômodos, prejudicando bastante a qualidade de vida das pessoas. Felizmente, na maioria dos casos, existe um conjunto de medidas curativas e preventivas a serem tomadas que ajudam e auxiliam no tratamento e prevenção eficazmente deste problema.

Mediante onde se localiza a dor, qual é a sua intensidade e quais são os demais sinais e sintomas, o médico dará o diagnóstico da doença.
As dores e a inflamação podem atingir qualquer um dos segmentos ou qualquer parte da coluna.

O termo raquialgia é usado quando queremos nos referir à dor na coluna ou nas costas em geral, podendo ser diferenciadas entre:

Cervicalgia (dor na região cervical): O termo cervicalgia é utilizado quando queremos nos referir à dor que está localizada na coluna cervical ou “dor na parte de cima nas costas“, onde se localiza a região cervical;

Dorsalgia (dor na região dorsal): Esse é o termo utilizado para se referir à dor na região da coluna dorsal ou “dor no meio das costas”, onde se localiza a região dorsal;

Lombalgia (dor na região lombar) – O termo lombalgia é usado para nos referimos à dor localizada na coluna lombar ou à ”dor localizada na região de debaixo das costas”, “dor nas costas próximo à cintura” ou “dor no final das costas”, onde fica a região lombar.

Por diversas vezes, essa dor pode irradiar isso quer dizer que é “uma dor que vai da coluna” até outras regiões anatómicas, sendo a mais comum delas a dor ciática (ciatalgia).

A ciatalgia é uma dor nas costas que irradia para outras partes como para as pernas até ao pé, e que acontece como uma consequência da compressão do nervo ciático, que se estende desde a coluna até aos pés. Podem também acontecer adormecimento e formigueiros ou alterações da força em diferentes membros do corpo que foram afetados.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário