Unicallmed Worldwide

Conheça nossos planos de telemedicina:

Com atendimento em até 3 minutos!

Gonorreia: Sintomas, Complicações e Tratamentos

Gonorreia: Sintomas, Complicações e Tratamentos

  • 10 de junho de 2023
  • 0 Curtidas
  • 1103 visualizações
  • 0 Comentários
gonorreia
Gonorreia: Sintomas, Complicações e Tratamentos 3

Introdução

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível (DST) comum causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae. Ela afeta tanto homens quanto mulheres e pode ser transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas, incluindo sexo vaginal, anal ou oral. A gonorreia é uma infecção séria e requer atenção médica adequada para diagnóstico e tratamento.

Sintomas

A gonorreia pode apresentar sintomas diferentes em homens e mulheres. É importante ressaltar que nem todas as pessoas infectadas apresentam sinais visíveis da doença. Além disso, os sintomas podem variar em gravidade, sendo que em alguns casos podem ser leves e passarem despercebidos. No entanto, quando os sintomas estão presentes, é fundamental reconhecê-los para buscar o tratamento adequado. Abaixo estão os sintomas comuns da gonorreia:

Sintomas em homens

  • Corrimento de pus do pênis
  • Dor ou sensação de queimação ao urinar
  • Dor ou inchaço nos testículos

Sintomas em mulheres

  • Corrimento vaginal anormal
  • Dor ou sensação de queimação ao urinar
  • Dor abdominal ou pélvica
  • Sangramento entre os períodos menstruais

É fundamental ressaltar que os sintomas da gonorreia podem ser facilmente confundidos com outras infecções, por isso é essencial procurar um profissional de saúde para um diagnóstico preciso.

Complicações

A gonorreia pode causar complicações sérias se não for tratada adequadamente. Além do desconforto físico, a infecção não tratada pode levar a problemas de saúde a longo prazo, incluindo:

  • Infecções do trato urinário
  • Infertilidade em homens e mulheres
  • Doença inflamatória pélvica
  • Gravidez ectópica
  • Infecções disseminadas

Portanto, é fundamental buscar tratamento médico assim que surgirem os sintomas ou se houver suspeita de exposição à gonorreia.

Diagnóstico

A gonorreia pode causar complicações sérias se não for tratada adequadamente. Além do desconforto físico, a infecção não tratada pode levar a problemas de saúde a longo prazo, afetando diversos sistemas do corpo. Entre as possíveis complicações estão as infecções do trato urinário, que podem se espalhar para os rins e causar danos significativos.

Além disso, a gonorreia não tratada pode levar à infertilidade em homens e mulheres, causando dificuldades para conceber. Outras complicações incluem a doença inflamatória pélvica, que afeta principalmente as mulheres, e a possibilidade de gravidez ectópica, uma condição potencialmente perigosa. É importante ressaltar a importância de buscar tratamento médico adequado para evitar tais complicações e preservar a saúde a longo prazo.

Exames de amostras

Amostras de urina ou de secreções genitais são coletadas e enviadas para análise laboratorial. Esses exames podem identificar a presença da bactéria e confirmar o diagnóstico.

Testes de amplificação de ácido nucleico (NAAT)

Esses testes são altamente sensíveis e específicos na detecção da gonorreia. Eles podem ser realizados em amostras de urina ou em esfregaços genitais.

É importante lembrar que o diagnóstico precoce da gonorreia é essencial para evitar complicações e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Tratamento

O tratamento da gonorreia envolve o uso de antibióticos prescritos pelo médico. É essencial seguir corretamente as instruções médicas e concluir todo o curso do tratamento, mesmo que os sintomas desapareçam antes. Isso é importante para garantir a cura completa da infecção e prevenir o desenvolvimento de resistência aos antibióticos.

Além disso, é recomendado que os parceiros sexuais também sejam testados e tratados para evitar a reinfecção. Durante o tratamento, é fundamental evitar relações sexuais desprotegidas.

Prevenção

Para prevenir a gonorreia e outras DSTs, é importante adotar medidas de prevenção adequadas, tais como:

  • Uso regular e correto de preservativos em todas as relações sexuais
  • Redução do número de parceiros sexuais
  • Realização de exames regulares para detectar precocemente a presença de infecções
  • Comunicação aberta e honesta com os parceiros sexuais sobre histórico de infecções

A Unicallmed oferece serviços de diagnóstico e tratamento para a gonorreia. Entre em contato conosco para agendar uma consulta e obter mais informações sobre nossos serviços.

Esperamos que este artigo tenha fornecido informações úteis sobre a gonorreia, seus sintomas, complicações e tratamentos. Lembre-se da importância de buscar ajuda médica assim que surgirem os sintomas ou se houver suspeita de exposição à doença. Cuide da sua saúde sexual e tome as precauções necessárias para evitar infecções.

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário