Busca avançada
  1. Home
  2. Qual o nível ideal de glicose no sangue?
Qual o nível ideal de glicose no sangue?

Qual o nível ideal de glicose no sangue?

  • 16 de setembro de 2022
  • 0 Curtidas
  • 362 visualizações
  • 0 Comentários

Para que serve o exame de glicemia?

O exame de glicemia em jejum serve para medir o nível da glicose na circulação sanguínea do paciente. É necessário estar de 8 a 12 horas de jejum, sem consumir nenhum tipo de alimento ou bebidas, apenas água é permitido. O exame é utilizado para investigar possíveis casos de diabetes e para controle da doença.

Qual nível de glicose é considerado normal?

  • Glicemia de jejum normal: inferior a 99 mg/dL;
  • Glicemia de jejum alterada: entre 100 mg/dL e 125 mg/dL;
  • Diabetes: igual ou superior a 126 mg/dL;
  • Glicemia de jejum baixa ou hipoglicemia: igual ou inferior a 70 mg/dL.

Quais os sintomas de glicose alta?
Apesar de geralmente não causar sintomas, pois se instala de forma silenciosa, quando o excesso de açúcar no sangue é persistente ou muito elevado pode provocar:

  • Sede;
  • Aumento da vontade de urinar;
  • Muita fome;
  • Perda de peso inexplicado;
  • Cansaço;
  • Dor de cabeça;
  • Enjoo;
  • Sonolência;
  • Formigamentos nas mãos ou pés;
  • Visão embaçada.

Estes sintomas são causados tanto por reações devido ao excesso de açúcar no sangue como pela falta de insulina para levar a glicose para as células, deixando-as sem energia, situações mais comuns quando já há diabetes instalada. Assim, sempre que a glicose atinge valores persistentes acima de 126mg/dL em jejum, ou 200 mg/dL a qualquer hora do dia, é diagnosticado o diabetes, doença muito perigosa que provoca deficiência na ação de insulina e excesso de glicose no sangue.

O que fazer quando a taxa de glicose estiver alta?

Preencha metade do seu prato com vegetais sem amido:
Todos os vegetais proporcionam excelente nutrição com muito poucas calorias. Mas para baixar a glicose é preciso escolher vegetais sem amido.

Nesta lista estão incluídos: pepino, vagem, ervilha, abobrinha, aspargos, folhas verdes, pimentas, couve-flor, brócolis, cebola, alho, alho-poró, entre outros.Uma porção de 1/2 copo destes legumes cozidos ou um copo dos mesmos crus tem cerca de 25 calorias e 5 gramas de carboidrato por porção.

Fique longe daqueles que têm molhos e condimentos porque eles vão adicionar gordura e sódio ao seu prato.

Corte o volume de carboidratos:
O carboidrato é o principal nutriente que causa o aumento da glicose ou açúcar no sangue após as refeições em pessoas com deficiência de insulina. Este nutriente também é a principal fonte de energia do nosso corpo e, embora possa elevar o açúcar no sangue, não significa que deva ser completamente eliminado.

Os alimentos compostos por carboidratos também fornecem nutrientes essenciais como vitaminas, minerais e fibras. A contagem de carboidratos é uma ferramenta que você pode aprender a usar para equilibrar os níveis de açúcar no sangue. O método é ensinado por nutricionistas no mundo todo.

Analise o que vai tomar antes de ingerir qualquer bebida:
Centenas de calorias entram em nosso corpo através de bebidas. Refrigerantes, isotônicos, sucos, cafés, chás e muitas outras bebidas podem estar cheias de açúcar além de não oferecer nenhum nutriente essencial. Escolher bebidas que não vêm carregadas com açúcares ou edulcorantes é uma forma eficiente para quem procura como baixar a glicose naturalmente através da dieta.

Qual a relação da glicose e a diabetes?

O principal carboidrato existente na corrente sanguínea é a glicose, a sua taxa de concentração considerada normal varia de 70 mg a 110 mg para cada 100 ml de sangue. Uma pessoa que apresenta problemas de hipoglicemia apresenta uma concentração menor que 70 mg de glicose para cada 100 ml de sangue.
Quando a pessoa é hiperglicêmica, quer dizer que possui valores superiores a 110 mg de glicose para cada 100 ml de sangue. O paciente que apresenta hipoglicemia, possui diabetes tipo insipidus, já o paciente com hiperglicemia tem diabetes melitus.

Diabetes mellitus: é o tipo mais comum e é decorrente da deficiência de insulina.
Diabetes insipidus: surge devido a uma disfunção na glândula hipófise, e pode ser responsável pela diminuição da quantidade produzida do hormônio antidiurético.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário