Unicallmed Worldwide

Conheça nossos planos de telemedicina:

Com atendimento em até 3 minutos!

O que Causa Zumbido no Ouvido e Como Tratar: 5 Dicas Importantes

O que Causa Zumbido no Ouvido e Como Tratar: 5 Dicas Importantes

  • 12 de junho de 2023
  • 0 Curtidas
  • 1100 visualizações
  • 0 Comentários
ouvido
young bearded male doctor wearing white coat with stethoscope closing ears with fingers with annoyed expression for the noise of loud sound standing over white background

O zumbido no ouvido, também conhecido como tinnitus, é uma condição que afeta muitas pessoas. Mas o que causa zumbido no ouvido e como tratar? Aqui estão 5 dicas importantes.

1. Entenda as Causas

O zumbido no ouvido pode ser causado por várias coisas, desde a exposição ao ruído até certas condições de saúde, como a hipertensão. Entender o que causa é o primeiro passo para tratar e buscar alívio. Algumas das principais causas incluem:

Exposição a ruídos altos: A exposição prolongada a ruídos altos, como música alta, ambientes barulhentos ou equipamentos ruidosos, pode danificar as células sensoriais do ouvido interno, levando ao zumbido.

Envelhecimento: À medida que envelhecemos, é comum ocorrer uma diminuição da função auditiva. Isso pode levar ao desenvolvimento de zumbido no ouvido em algumas pessoas.

Lesões no ouvido: Traumas físicos, como lesões na cabeça ou no ouvido, podem desencadear o zumbido.

Doenças e condições médicas: Alguns problemas de saúde, como hipertensão arterial, distúrbios da tireoide, diabetes, problemas cardíacos e distúrbios temporomandibulares (DTM), podem contribuir para o zumbido no ouvido.

Medicamentos: Certos medicamentos, como antibióticos, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), antidepressivos e diuréticos, podem causar zumbido como efeito colateral.

Identificar a causa subjacente do zumbido no ouvido é essencial para determinar o melhor curso de tratamento. Em alguns casos, o zumbido pode desaparecer por conta própria com o tempo, enquanto em outros casos pode ser necessário tratamento médico para aliviar os sintomas.

Consultar um profissional de saúde, como um otorrinolaringologista, é fundamental para avaliar a situação e realizar exames adequados. Eles podem ajudar a identificar a causa específica do zumbido e recomendar as melhores opções de tratamento, que podem incluir terapia sonora, medicação, gestão do estresse ou outras intervenções, dependendo do caso.

Embora nem sempre seja possível prevenir o zumbido no ouvido, algumas medidas podem ajudar a reduzir o risco. Isso inclui proteger os ouvidos contra exposição a ruídos altos, utilizando protetores auriculares em ambientes barulhentos e mantendo uma boa saúde geral por meio de uma alimentação equilibrada, exercícios regulares e controle de condições médicas existentes.

2. Tratamento Médico

O tratamento médico pode ser necessário para alguns casos de zumbido no ouvido. Dependendo da causa subjacente e da gravidade dos sintomas, várias opções de tratamento podem ser consideradas. É importante consultar um profissional de saúde especializado, como um otorrinolaringologista, para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. Algumas opções de tratamento para o zumbido no ouvido incluem:

  1. Medicamentos: Em alguns casos, o médico pode prescrever medicamentos para aliviar os sintomas do zumbido. Isso pode incluir medicamentos para controlar a pressão arterial, antidepressivos, ansiolíticos ou medicamentos específicos para o tratamento do zumbido.

  2. Terapia de som: A terapia de som envolve o uso de ruídos suaves, como ruído branco, música suave ou sons da natureza, para mascarar ou distrair o zumbido. Isso pode ajudar a reduzir a percepção do zumbido e proporcionar alívio temporário.

  3. Terapia cognitivo-comportamental (TCC): A TCC é uma abordagem terapêutica que visa modificar padrões de pensamento e comportamentos negativos associados ao zumbido. Pode ajudar a reduzir o impacto emocional e psicológico do zumbido, melhorando a qualidade de vida.

  4. Aparelhos auditivos ou aparelhos de som enmbo canal: Em alguns casos, o uso de aparelhos auditivos ou aparelhos de som em ambos os ouvidos pode ajudar a melhorar a percepção sonora e reduzir a intensidade do zumbido. Esses dispositivos amplificam sons ambientais e podem fornecer alívio para alguns indivíduos.

  5. Cirurgia: Em casos raros e graves de zumbido, quando outras opções de tratamento não são eficazes, a cirurgia pode ser considerada. Isso pode envolver a correção de problemas estruturais no ouvido ou a implantação de dispositivos específicos para o tratamento do zumbido.

É importante ressaltar que o tratamento para o zumbido no ouvido pode variar de acordo com a causa subjacente e a situação individual. Cada caso é único, e o tratamento adequado deve ser determinado em consulta com um profissional de saúde.

Em suma, o tratamento médico pode ser necessário para alguns casos de zumbido no ouvido. Isso pode incluir medicamentos, terapias de som, terapia cognitivo-comportamental, o uso de aparelhos auditivos ou, em casos raros e graves, a cirurgia. É fundamental buscar orientação profissional para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

. Saiba mais sobre o tratamento médico para zumbido no ouvido aqui.

3. Proteção Auditiva

A proteção auditiva é uma medida eficaz na prevenção do zumbido no ouvido. O uso de protetores de ouvido em ambientes ruidosos pode ajudar a reduzir o risco de danos às células sensoriais do ouvido interno, evitando o desenvolvimento do zumbido. A exposição prolongada a ruídos altos, como música alta em shows, eventos esportivos ou locais de trabalho barulhentos, pode ser prejudicial à audição e desencadear o zumbido.

Os protetores de ouvido são dispositivos projetados para bloquear ou reduzir a quantidade de ruído que atinge os ouvidos. Existem diferentes tipos de protetores de ouvido disponíveis, como tampões auriculares de espuma, protetores de ouvido personalizados e fones de ouvido com cancelamento de ruído. Esses dispositivos funcionam como uma barreira física, impedindo que o som intenso cause danos às células auditivas sensíveis.

Ao usar protetores de ouvido, é importante escolher o tipo adequado para a situação específica. Protetores auriculares de espuma são facilmente encontrados em farmácias e podem ser usados em ambientes com níveis moderados de ruído. Para ambientes mais barulhentos ou exposições mais prolongadas, protetores auriculares personalizados feitos por um profissional de saúde auditiva podem fornecer um ajuste mais seguro e eficaz. Já os fones de ouvido com cancelamento de ruído são ideais para situações em que se deseja desfrutar de música ou áudio, mas reduzindo a exposição a ruídos externos.

Além do uso de protetores de ouvido, é importante adotar outras medidas para prevenir o zumbido no ouvido. Evitar a exposição prolongada a ruídos altos, manter um volume adequado em dispositivos de áudio pessoais, fazer pausas regulares em ambientes barulhentos e utilizar técnicas de gerenciamento de estresse podem ser úteis para manter a saúde auditiva.

4. Terapias Alternativas

Algumas pessoas que sofrem de zumbido no ouvido buscam alívio por meio de terapias alternativas complementares. Embora a eficácia dessas terapias varie de pessoa para pessoa, elas podem ser consideradas como opções adicionais de tratamento. Algumas das terapias alternativas que podem ser exploradas incluem:

  1. Acupuntura: A acupuntura é uma prática terapêutica originária da medicina tradicional chinesa, na qual agulhas finas são inseridas em pontos específicos do corpo. Algumas pesquisas sugerem que a acupuntura pode ajudar a reduzir os sintomas do zumbido em algumas pessoas, embora os resultados sejam variáveis.

  2. Hipnose: A hipnose pode ser usada como uma abordagem terapêutica para ajudar a controlar os sintomas do zumbido. Por meio de técnicas de relaxamento e sugestões positivas, a hipnose pode auxiliar na redução da percepção e do incômodo causado pelo zumbido. No entanto, é importante consultar um profissional qualificado e experiente em hipnose para obter os melhores resultados.

  3. Técnicas de relaxamento: Práticas de relaxamento, como meditação, ioga, respiração profunda e biofeedback, podem ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade associados ao zumbido. Embora essas técnicas não tratem diretamente o zumbido em si, elas podem ajudar a melhorar o bem-estar geral e a lidar de forma mais positiva com os sintomas.

É importante ressaltar que terapias alternativas complementares não substituem o diagnóstico médico e o tratamento convencional. É recomendado consultar um profissional de saúde especializado para avaliar a causa do zumbido e obter orientações adequadas. Além disso, é essencial ter expectativas realistas em relação aos resultados das terapias alternativas, pois a resposta individual pode variar.

Cada pessoa é única, e o que funciona para um indivíduo pode não funcionar para outro. Portanto, é importante explorar essas opções de forma responsável, com a devida supervisão e orientação de profissionais qualificados. Além disso, é crucial manter uma comunicação aberta com o médico, relatando qualquer mudança nos sintomas ou efeitos colaterais que possam surgir durante o uso de terapias alternativas.

5. Pesquisa Atual

A pesquisa atual está buscando novas maneiras de tratar e prevenir o zumbido no ouvido. Para mais informações, visite a Organização Mundial da Saúde.

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário