Busca avançada
  1. Home
  2. O que é protusão discal e quais sintomas?
O que é protusão discal e quais sintomas?

O que é protusão discal e quais sintomas?

  • 14 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 583 visualizações
  • 0 Comentários

O que é protusão discal e quais sintomas?

A protusão discal, também conhecida como abaulamento discal, consiste numa deslocação do disco gelatinoso que fica entre as vértebras, na direção da medula espinhal, causando pressão sobre os nervos e levando ao surgimento de sintomas como dor, desconforto e dificuldade para se movimentar. Este disco intervertebral, tem a função de amortecer o impacto entre as vértebras e facilitar o deslizamento entre elas, permitindo executar movimentos com facilidade.

Este problema, quando não é tratado corretamente, pode dar origem a uma hérnia de disco mais grave, em que a cartilagem interna pode ser projetada para fora do disco. Geralmente, o tratamento consiste na realização de exercícios, fisioterapia ou ingestão de remédios analgésicos, sendo que, em casos mais graves, pode ser necessário a realização de uma cirurgia.

A coluna está sob pressão continuamente e, com o tempo, isso começa a gerar um desgaste. Esse processo é natural e ocorre à medida que envelhecemos, com ele, as estruturas que compõem a coluna vão perdendo sua forma e altura, há enfraquecimento do anel fibroso e o disco acaba empurrando-o, o que causa a formação de uma protuberância

A dilação leva a compressão de ligamentos e raízes nervosas localizados ao redor do disco, assim, são produzidos os sintomas da protrusão discal, que envolvem dormência, formigamento e enfraquecimento.

Quais os principais sintomas da protusão discal?

Os sintomas mais comuns causados pela protusão do disco vertebral são:
Dor na região afetada;
Diminuição da sensibilidade nos membros perto da região;
Sensação de formigamento nos braços ou pernas;
Perda de força nos músculos da região afetada.

Estes sintomas podem ir se agravando aos poucos e, por isso, algumas pessoas podem demorar para ir ao hospital. No entanto, qualquer alteração na sensibilidade ou força em algum dos membros, seja braços ou pernas, deve sempre ser avaliada por um médico, já que pode indicar um problema nos nervos da região.

No caso da protusão discal cervical, por exemplo, as dores se concentram na região superior da coluna; pescoço, face, ombros, nos braços e dedos. Isso por conta da pressão do abaulamento discal sobre raízes nervosas, que afeta toda região dos membros superiores e do tronco.

Já na protrusão discal lombar, os sintomas se concentram na parte inferior das costas irradiando a compressão nervosa para as pernas do paciente. Portanto, é muito comum apresentar dor, fraqueza e formigamento nas pernas, glúteos e na região genital, além de limitação dos movimentos, um dos sintomas mais graves. Por fim, a protusão discal da coluna torácica apresenta sintomas na região do meio das costas, como ao redor das costelas, tronco e órgãos internos.

Quais as causas de protusão discal?

As pessoas mais suscetíveis à protusão discal precoce são aquelas que costumam sobrecarregar, repetitivamente e de forma contínua, a coluna vertebral (trabalhadores braçais e atletas de alto rendimento).

Outros grupos de risco incluem os fumantes, sedentários e pacientes com histórico médico da doença na família. Alguns outros fatores comuns a outros problemas de coluna, como por exemplo, a má postura, levantamento de peso em excesso, disposição genética, também podem vir a contribuir para o aparecimento da protusão discal.

Como é o diagnóstico da protusão discal?

Geralmente o médico realiza um exame físico para identificar onde está localizada a dor, podendo recorrer a outros meios de diagnóstico, como raio X, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, por exemplo.

Como é feito o tratamento da protusão discal?
Depende da gravidade da protusão discal, da região onde ela ocorre e do desconforto que provoca, podendo ser feito com exercícios, fisioterapia ou ingestão de medicamentos analgésicos.

Caso o tratamento realizado não seja suficiente para aliviar o desconforto, o médico pode recomendar medicamentos mais fortes como relaxantes musculares para aliviar a tensão muscular e opioides, gabapentina ou duloxetina, para aliviar a dor.

O médico pode ainda recomendar a cirurgia, caso os sintomas não melhorem ou caso o abaulamento discal esteja a comprometer a função muscular. Na maior parte dos casos, a cirurgia consiste na remoção da porção danificada do disco e, em casos mais severos, o disco pode ser substituído por uma prótese ou o médico pode optar pela fusão das duas vértebras entre as quais se situa o abaulamento discal.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário