Busca avançada
  1. Home
  2. O que faz um geriatra?
O que faz um geriatra?

O que faz um geriatra?

  • 21 de abril de 2022
  • 0 Curtidas
  • 601 visualizações
  • 0 Comentários

Geriatra é o médico profissionalizado em cuidar e garantir uma boa saúde aos idosos. Ele faz isso por tratar de doenças ou enfermidades que geralmente ocorrem nesta fase da vida, problemas como: perda ou alterações na memória, desgaste do equilíbrio, quedas, incontinência urinária, pressão alta, doenças hipotônicas, problemas nos ossos, depressão.

Além de dificuldades e complicações que são geralmente provocadas ou causadas pelo consumo de medicamentos ou exames em excesso.

Esse especialista dá dicas e orientações de formas de prevenir ou evitar o aparecimento de doenças, ou enfermidades da idade, e também se responsabiliza por ajudar ao paciente a ter um envelhecimento saudável, permitindo que o idoso se mantenha ativamente forte e independente pelo tempo que for possível.

A ajuda e o comprometimento feito pelo geriatra é uma boa opção para idosos que são consultados e tratados por diferentes tipos de especialidades médicas, visto que podem acabar se confundindo por conta da quantidade de remédios e exames.

Geralmente, as consultas geriátricas são mais demoradas, pois este especialista normalmente faz diversos testes e exames que avaliam a memória e o condicionamento físico do paciente idoso. Também são feitas avaliações gerais, que envolvem, além da saúde e condicionamento físico, os pontos emocionais e sociais.

A área da geriatria trata de condições, como as quedas frequentes, o desequilíbrio corporal, as dificuldades de realizar movimentos, os problemas de memória, a incontinência urinária e os problemas na estrutura óssea, problemas que geralmente atingem os idosos. Mas essa área médica também trata de condições que podem ser afetadas em pessoas de todas as idades, tais como a pressão alta, doenças hipotônicas, o colesterol alto e até mesmo a depressão.

Qual o momento de procurar um geriatra? A grande verdade é que não existe idade ideal de procurar um geriatra, Muitos começam a procurar esse médico a partir dos 40 anos de idade, outros preferem esperar até completar 50 ou 60 anos para assumir a velhice.

O recomendado é que o indivíduo comece a se consultar com um geriatra a partir dos 50 anos de idade. Não é aconselhável esperar alguma doença aparecer ou os sinais de velhice se manifestarem. Já no caso de idosos, é importante se consultar com o médico o quanto antes.

Em resumo, esse profissional trata tanto os adultos que desejam se prevenir de doenças, quanto idosos que por conta da idade já estão fragilizados ou que têm alguma sequela. Também é função do geriatra minimizar os problemas e desconfortos dos idosos de idade mais avançada, promovendo a eles uma melhor qualidade de vida.

O que acontece na consulta com um geriatra?

Em uma consulta, o médico geriatra irá fazer uma anamnese com o paciente, para saber sobre seu histórico de doenças familiar, a alimentação, profissão, se faz uso de remédios e bebidas alcoólicas.

Esse profissional também poderá pedir exames para verificar o estado de saúde do paciente, essa consulta é fundamental e pode prevenir e evitar muitas doenças e problemas comuns, especialmente em idosos.

Caso o paciente tenha procurado o médico para relatar algum sintoma, a consulta terá o objetivo de resolver esse problema. Assim como é feito na consulta de rotina, o médico fará perguntas sobre o paciente. Logo em seguida, vai analisar os sintomas indicados pelo paciente e tentar encontrar a sua causa, também poderá solicitar alguns exames para fazer uma melhor avaliação. Alguns dos exames comuns solicitados pelo geriatra, são: hemograma completo, perfil lipídico e proteína C reativa, glicemia, TSH, eletrocardiograma, exame de sangue, entre outros.

Após analisar os sintomas e o resultado dos exames, o médico vai iniciar o tratamento da doença, caso haja necessidade. Além disso, pode indicar que seu paciente mude seus hábitos na alimentação e inicie a prática de exercícios físicos.

Verdades e mitos na geriatria:

Todo idoso tem problema de memória?

Falso! O processo de envelhecimento leva a alterações no sistema neurológico, mas nem sempre elas comprometem a memória do idoso.

Os idosos não podem praticar exercícios físicos?

Falso! É muito comum ouvir frases do tipo: ”Estou muito idoso para me exercitar”, porém quem acredita nisto, está enganado. Mesmo em idade avançada, os exercícios trazem inúmeros benefícios para a saúde, mas eles devem ser indicados e acompanhados por um profissional.

Os músculos diminuem com o passar do tempo?

Verdade! Com a idade, há um aumento na massa de gordura corporal, fazendo com que os músculos diminuam.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário