Busca avançada
  1. Home
  2. Poliúria: descubra o que é, sintomas, causas e tratamentos.
Poliúria: descubra o que é, sintomas, causas e tratamentos.

Poliúria: descubra o que é, sintomas, causas e tratamentos.

  • 26 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 504 visualizações
  • 0 Comentários

O que é a Poliúria?

A poliúria é considerada um sintoma bastante comum, ela é caracterizada principalmente por conta da produção de urina acima de 2,5 litros por dia. Ela deverá ser distinguida pela frequência urinária, isto é: sentir a necessidade ou vontade de urinar muitas vezes durante o dia ou no período da noite, mas com volumes normais.

O processo de estabilização da água em nosso corpo é realizado, em grande parte, pelos rins que são responsáveis por fazer um ‘balanço’ entre a ingestão de líquidos com a filtração glomerular, reabsorção de solutos e água, a partir dos ductos coletores renais.

Quando existe uma elevação considerável na ingestão de água, o volume de sangue no corpo aumenta, causando assim uma redução da osmolaridade do sangue. Essa diminuição da osmolaridade do sangue reduz o processo de liberação do hormônio antidiurético (HAD), a função deste no organismo é ajudar na reabsorção de água nos ductos coletores dos rins. Com essa redução do HAD, consequentemente vai ter uma redução também na reabsorção de água após a filtração renal e com isso, uma maior produção de urina.

Quais as causas da poliúria?

A poliúria é um sinal bastante conhecido que indica diabetes mellitus que está sem tratamento ou está sendo controlada de forma errada. No caso dos adultos, a diabetes mellitus e o uso de alguns remédios diuréticos como por exemplo a hidroclorotiazida, são as causas mais comuns que provocam a poliúria. No caso das crianças, a diabetes mellitus que não é controlada corretamente é a causa mais comum de poliúria.

Separamos abaixo as principais causas da poliúria em caso de ausência da diabetes mellitus, as causas mais comuns são:

Infecção na região renal

Polidipsia primária: São lesões que atingem a região do hipotálamo no cérebro

Diabetes insipidus: É decorrente da elevação da produção do HAD que acaba causando um aumento na absorção de água nos rins depois do processo de filtração.

Doença renal policística: É uma doença genética, que é caracterizada por múltiplos cistos na região dos rins e do fígado

Anemia falciforme: É uma doença hereditária que por sua vez, provoca algumas alterações nos glóbulos vermelhos do sangue

Amiloidose: São depósitos de uma substância chamada de amilóide no rim.

Quais são os fatores de risco da poliúria?

Deve se considerar que grande parte das doenças que cursam com poliúria, como por exemplo, diabetes mellitus, anemia falciforme, doença renal policística, são doenças hereditárias, isto é, a presença de familiares que são portadores dessas doenças eleva as chances dos demais familiares, isso deve ser sempre relatado ao seu médico.

Todas as vezes que você perceber que a produção de urina está acima de 2,5 litros por dia, ou em casos de presença de algumas doenças (como diabetes mellitus, doença renal policística ou uso de medicamentos diuréticos, por exemplo), que cursam com poliúria, você deve procurar a ajuda de um médico. É fundamental você se lembrar que a poliúria é um sintoma importante de graves doenças e adiar uma consulta com o especialista poderá causar complicações muito graves.

Lembre-se também da importância de se consultar com profissionais qualificados que vão te ajudar e te auxiliar no processo de tratamento e diagnóstico de doenças, para isso conte com a ajuda da Unicallmed.

Como é feito o diagnóstico de Poliúria?

No processo de investigação do diagnóstico, o correto é incluir o diário miccional no qual a pessoa deve anotar a quantidade de líquido ingerido durante o dia, a frequência e o volume urinário. Deve ser pesquisado desde o início do diagnóstico, os fatores clínicos recentes que podem causar a essa doença (por exemplo, doenças renais, diabetes mellitus, acidente vascular cerebral, traumatismo craniano, cirurgias, etc).

Deixe o seu comentário