Unicallmed Worldwide

Conheça nossos planos de telemedicina:

Com atendimento em até 3 minutos!

Síndrome de peter pan! Você tem medo de crescer?

Síndrome de peter pan! Você tem medo de crescer?

  • 2 de setembro de 2022
  • 1 Curtir
  • 2407 visualizações
  • 0 Comentários

O que é Síndrome de Peter Pan?

Peter Pan é um personagem notável da infância de milhares de pessoas, conhecido como “o garoto que nunca cresceu”. Ele mora em uma terra encantada com piratas e criaturas mágicas e vive aventuras dia após dia ao lado de garotos que, assim como ele, vivem em uma infância eterna. Assim como o personagem do conto, muitas pessoas têm esse medo de crescer, chamamos essa condição de síndrome de peter pan.

A síndrome de peter pan desperta nos indivíduos comportamentos infantis e inseguros que os impedem de amadurecer normalmente. Sendo assim, acabam falhando em diversos assuntos da vida adulta. A maioria dessas pessoas sabem que agem diferente do padrão, mas se recusam a crescer. Possuem muito medo de serem rejeitadas pela sociedade e, principalmente, de serem julgadas.

Quais os sintomas da Síndrome de Peter Pan?

É possível identificar alguns sintomas principais dessa condição, confira abaixo:

Insatisfação: o indivíduo pode estar estudando, trabalhando, em um relacionamento ou até mesmo fazendo algo que sempre sonhou, mas não está satisfeito.

Dificuldade para expressar sentimentos: expressar sentimentos é muito difícil para quem tem essa síndrome devido à timidez, medo ou dificuldade de compreender o que sentem.

Problemas para se relacionar: em razão de seus comportamentos infantis, formar relacionamentos duradouros é difícil.

Procrastinação: por levar tudo na brincadeira, o indivíduo tende a procrastinar tarefas e obrigações. Ele demonstra não estar preocupado com prazos ou consequências de não fazer um bom trabalho, mas, quando o tempo encurta, fica ansioso para concluí-las.

Negação de responsabilidades: a dificuldade de aceitar as responsabilidades da vida adulta leva o indivíduo a jogá-las para outras pessoas.

Relacionamento complicado com os pais: a falta de maturidade pode tornar o relacionamento com os pais turbulento.

Falta de interesse pela sexualidade: há uma tendência a não ter interesse por sexo devido a imaturidade. Quando o indivíduo está em um relacionamento, ele não tem uma conduta responsável acerca de sua vida sexual.

Adoração pela figura dos pais: como a conexão com a infância é muito forte, o indivíduo costuma admirar muito os pais e ter dificuldade para fazer as coisas sem o aval deles.

Egocentrismo: o indivíduo tem dificuldade para superar a típica fase egocêntrica da infância. Então, ele acredita saber de tudo e fazer tudo certo, mas, ao mesmo tempo, pode ser inseguro e ter baixa autoestima.

Como é feito o diagnóstico da síndrome de Peter Pan?

O diagnóstico mostra alguns atributos que ajudam a reconhecer alguém que possui essa condição:

  • Insegurança;
  • Pouca autoestima;
  • Se relacionam com pessoas mais novas;
  • Sempre dão desculpas para tudo;
  • Não possuem responsabilidades;
  • Insatisfação;
  • Não se esforçam para conseguir algo;
  • Egoístas;
  • Gostam de ordenar e criticar;
  • Necessitam chamar atenção;
  • Se comportam como crianças;
  • Choram com facilidade.

Como detectar a síndrome de Peter Pan?

Separamos alguns indicadores que revelam os futuros “Peter Pan”, confira abaixo:

Medo do compromisso:
Já vimos isso antes, mas este perfil mostra um medo atroz do compromisso. A pessoa pode participar de um relacionamento, mas sempre haverá momentos em que ela não vai querer ir mais longe.

São manipuladores:
Curiosamente, este tipo de pessoa aparece como um ser encantador. No entanto, sob sua fachada de pessoa extrovertida, engraçada e inteligente, existe um tipo manipulador com um grande medo de mudanças.

São mimados:
Outra característica distintiva dessas pessoas: elas costumam ser muito mimadas. Na verdade, elas se apegam temporariamente a suas posses físicas e, quando encontram outra, acabam descartando e ficando loucas com qualquer outra coisa.

Como é feito o tratamento da síndrome de Peter Pan?

O mais aconselhável é buscar um tratamento psicológico adequado para que o paciente possa, em primeiro lugar, assumir que possui a doença e buscar junto com um profissional, melhorias e crescimento.

A aceitação do problema e a vontade de superá-lo é o primeiro e mais importante passo para o crescimento pessoal e possivelmente a cura.

O tratamento psicológico irá detectar traumas e identificar maneiras de superar a insegurança e imaturidade, para que de forma livre a pessoa consiga superar frustrações e assumir com alegria e responsabilidade o seu mundo real.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário