Busca avançada
  1. Home
  2. Tampão mucoso: como saber se já saiu?
Tampão mucoso: como saber se já saiu?

Tampão mucoso: como saber se já saiu?

  • 7 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 556 visualizações
  • 0 Comentários

Afinal, você sabe o que é um tampão mucoso?

Os tampões de muco são secreções espessas produzidas pelas células do colo do útero no início da gravidez. Ele fornece proteção adicional ao colo do útero para evitar a entrada de bactérias externas que p durante a gravidez. Mesmo assim, os tampões ainda podem levar à infecção intra-amniótica. A produção de tampões de muco ocorre pela ação do hormônio progesterona, cujos níveis caem desempenham um papel importante até o final da gravidez e continuam a produzir durante toda a gravidez. No final da gravidez, é como uma espécie de rolha no colo do útero.

Normalmente quando o tampão sai, ele se desprende por inteiro do útero, e é semelhante a uma clara de ovo esbranquiçada, seu tamanho é em média de 4 a 5 centímetros. No entanto, é capaz de variar de forma, textura e cor, mesmo em uma gravidez sem risco nenhum. As variações que o tampão mucoso pode ter são:

Forma: inteiro ou em pedaços;

Textura: clara de ovo, gelatina firme, gelatina amolecida;

Cor: transparente, esbranquiçada, amarelada, avermelhada e ou alguns casos, em tons terrosos parecidos com o marrom.

Quando o tampão mucoso sai?

O mais comum é a liberação do tampão mucoso entre 37 e 42 semanas de gestação, e em casos raros isso só pode ocorrer durante o trabalho de parto ou quando o bebê já nasceu.

Um tampão saindo no início da gravidez geralmente não é um sinal de problema, pode apenas significar que o corpo ainda está se ajustando às mudanças provocadas pela gravidez. Embora o bebê seja mais suscetível à infecção durante esse período, o corpo logo volta a produzir um novo tampão para proteger o útero novamente.

No entanto, é importante notificar o obstetra que está acompanhando a gravidez para que ele possa avaliar se há risco de gravidez.

Como saber se o tampão mucoso saiu?

Muitas gestantes podem perceber uma secreção diferente na calcinha e ficar em dúvida do que se trata e se é ou não o tampão mucoso. Continue lendo e aprenda a diferenciar três possíveis secreções da gestação: a natural da gravidez, o corrimento, que pode indicar alguma doença, e o tampão mucoso.

Secreção natural da gravidez:
Devido a vagina ser um ambiente rico em progesterona e da mudança do pH vaginal por conta da gravidez, a mulher tende a ficar mais úmida durante a gestação, com maior secreção vaginal considerada normal. Geralmente é uma secreção transparente, branca ou amarela-clara e é produzida em maior quantidade, mas ela não tem alteração de cheiro, de sensibilidade, coceira ou odor.

Corrimento patológico:
Pode ser de várias cores. Geralmente varia de um branco mais grosso e pastoso até amarelado e com aspecto de pus. Costuma ter um odor fétido ou desagradável e pode ser acompanhado de outros sintomas, como coceira vaginal, dor pélvica e dor ao urinar. Esse corrimento deve ser examinado e tratado por um ginecologista.

Tampão mucoso:
O tampão mucoso é aquele com uma textura mais grossa, porém sem o odor fétido. O tampão mucoso é um muco bem semelhante ao catarro de resfriado, é uma secreção geralmente transparente, mas às vezes ela pode vir um pouco amarronzada, tipo borra de café, com umas rajas de sangue.

O Tampão saiu! Quando preciso ir para o hospital?
Nem sempre a saída do tampão significa um sinal de trabalho de parto. Se você não tem nenhum outro sintoma como contrações ou sangramento não há a necessidade de ir imediatamente ao hospital, porém, fique alerta!

Já nos casos de saída do tampão mucoso após o segundo trimestre de gravidez, antes das 37 semanas, é recomendado procurar uma maternidade, pois pode existir risco de parto prematuro.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário