Busca avançada
  1. Home
  2. Alimentos proibidos para quem tem gastrite!
Alimentos proibidos para quem tem gastrite!

Alimentos proibidos para quem tem gastrite!

  • 11 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 558 visualizações
  • 0 Comentários

Conheça os alimentos proibidos para quem tem gastrite!

A gastrite é a inflamação da mucosa gástrica. Pode ser desencadeada por medicamentos, ingestão de bebidas alcoólicas, fumo e situações de estresse. A úlcera é caracterizada por perda de tecido nas áreas do tubo digestório que entram em contato com a secreção ácida do estômago decorrente do desequilíbrio entre fatores que agridem a mucosa e que a protegem. Por isso, é importante escolher comer devagar, mastigar bem os alimentos e evitar períodos longos de jejum e se alimentar a cada 3 horas.

Como funciona o tratamento da gastrite?

O tratamento varia de acordo às causas e o avanço da doença, mas em geral envolve alterações nos hábitos alimentares, com redução do consumo de gorduras e pimenta, por exemplo. Também é importante incluir a prática de atividades físicas na rotina e abandonar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros.

Como é a dieta da gastrite?
A dieta para a gastrite é baseada em alimentos naturais, como frutas e vegetais, e pobre em produtos industrializados e processados, como salsichas, frituras e refrigerantes. Continue lendo e conheça alguns alimentos que devem ser evitados por pessoas com gastrite.

Os alimentos proibidos são aqueles de difícil digestão e muito processados, por serem ricos em aditivos e conservantes que irritam o estômago, como:

Carnes processadas como: salsicha, linguiça, bacon, presunto, peito de peru, salame, mortadela;
Queijos amarelos e processados, como cheddar, catupiry, minas e provolone;
Molhos prontos;
Evitar café, chá verde, mate e preto e cafeína;
Temperos em cubos, caldos de carne e macarrão instantâneo;
Comida pronta congelada e fast food;
Refrigerantes e sucos prontos;
Bebidas alcoólicas;
Açúcar e doces no geral;
Alimentos refinados e frituras, como bolos, pães brancos, salgados, biscoitos;
Farinhas brancas, como farofa, tapioca e, em alguns casos, cuscuz;
Alimentos ricos em gordura, como carnes gordas, pele de frango, fígado e excesso de peixes gordos, como salmão e atum;

Leite integral e frutas ácidas como limão, laranja e abacaxi também devem ser evitadas, caso surjam sintomas de azia ou dor estomacal após o seu consumo.

Porém existem outros alimentos que não só são permitidos como fazem bem, esses alimentos permitidos na dieta para gastrite são aqueles de fácil digestão e pobres em gorduras, como:

Frutas em geral, não ácidas como limão, laranja e abacaxi, principalmente no caso de aparecer refluxo ou dor ao consumir esses alimentos;

Vegetais em geral, podendo utilizar legumes cozidos durante períodos de crise e dor, pois são mais fáceis de digerir;
Carnes magras, sem gordura, frango e peixes, de preferência assados, grelhados ou cozidos;
Leite desnatado;
Iogurte natural integral;
Grãos integrais, como pão integral, arroz integral e macarrão integral;
Chás tipo camomila;
Café descafeinado;
Queijos brancos, como ricota, minas frescal ou coalho light;
Temperos naturais, como ervas finas, alho, cebola, salsinha, coentro, mostarda.

O que comer após uma crise de gastrite?
Depois de se recuperar de uma crise de gastrite, é importante introduzir alimentos ricos em fibras em sua dieta, como:

Legumes crus e com casca, como pepino, alface e agrião;
Alimentos integrais, como arroz, macarrão e pão integral;
Sementes de linhaça, gergelim e chia;
Leguminosas, como feijão, grão de bico e lentilha;
Frutas secas como nozes, amendoins, amêndoas;
Frutas descascadas, como maçãs e peras.

Além disso, é importante observar que, mesmo após a crise de gastrite, é importante continuar evitando alimentos gordurosos para evitar que uma nova crise se desenvolva. Após uma crise de gastrite, a consistência dos alimentos pode voltar ao normal, sendo importante manter a mastigação adequada dos alimentos.

Apesar de ter várias regras, a dieta para gastrite e úlcera pode ter muitas variações dependendo da tolerância alimentar de cada pessoa.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário