Busca avançada
  1. Home
  2. Cisto de gartner: o que é, quais os sintomas e tratamentos?
Cisto de gartner: o que é, quais os sintomas e tratamentos?

Cisto de gartner: o que é, quais os sintomas e tratamentos?

  • 11 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 510 visualizações
  • 0 Comentários

O que é o Cisto de Gartner?

O Cisto de Gartner é um tipo de caroço pouco comum que pode aparecer na vagina devido a malformações do feto durante a gestação, o que pode causar desconforto abdominal. O feto em desenvolvimento possui o canal de Gartner, que é responsável pela formação do sistema urinário e reprodutor, e que desaparece naturalmente após o nascimento.

No entanto, em alguns casos o canal de Gartner pode permanecer e passar a acumular líquido, resultando no cisto vaginal que pode não causar sintomas até a idade adulta. O cisto de Gartner não é considerado grave sendo o seu desenvolvimento normalmente acompanhado pelo pediatra ou ginecologista, no entanto, quando o crescimento é constante, pode ser necessária a realização de um pequeno procedimento cirúrgico para a sua remoção.

Onde fica localizado?

O cisto de Gardner é um cisto presente na parede lateral e posterior do fundo da vagina. Ele é derivado dos ductos de Wolff, um resquício do seu desenvolvimento embrionário.

Por que acontece?

Existe um canal chamado ducto de Wolff que é responsável por formar os sistemas urinário e reprodutor do feto durante a gestação. Geralmente, os vestígios desse canal desaparecem do corpo logo após o nascimento. Mas, quando permanecem, podem acabar gerando um acúmulo de líquido e dando origem ao cisto de Gartner – um cisto benigno localizado nas paredes da vagina.

Quais são os sintomas?

O cisto de Gartner geralmente não causa sintomas, especialmente quando mede menos de 2 cm. No entanto, ao longo do tempo, com o acúmulo de líquido no seu interior, o cisto pode aumentar de tamanho e causar sintomas como:

Dor durante o contato íntimo;
Desconforto na região íntima;
Caroço na região genital;
Dor abdominal.

Geralmente, o cisto de Gartner não apresenta sintomas na criança, mas em alguns casos os pais podem observar a presença de um caroço na região íntima da menina, devendo informar o pediatra para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico do cisto de Gartner é feito pelo ginecologista através do exame ginecológico de rotina. Além disso, o médico pode solicitar exames como ultrassom, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para descartar outras condições que podem levar ao surgimento de cisto na vagina, como o cisto de Bartholin ou diverticulite uretral, ou exames para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Além disso, o médico pode recomendar a realização de biópsia do cisto com o objetivo de descartar a possibilidade de câncer vaginal e confirmar a benignidade do cisto.

Como é feito o tratamento do cisto gartner?
O tratamento para o cisto de Gartner pode ser feito ainda na maternidade por meio da aspiração do líquido ou de uma pequena cirurgia para retirada completa do cisto. Quando o cisto só é diagnosticado na vida adulta, o ginecologista pode optar apenas por acompanhar o crescimento.

Normalmente, os cistos vaginais não requerem tratamento, a menos que cresçam e causem outros desconfortos. Em alguns casos, podem se formar cistos dolorosos, de uma doença chamada endometriose, estes podem precisar de tratamento com medicamentos, laser ou outros procedimentos cirúrgicos.

Caso o cisto aumente, ou cause sintomas graves, o médico poderá recomendar uma cirurgia para removê-lo. Já se o cisto causar infecções ou abscessos, o médico poderá também receitar antibióticos.

Quais são os cistos vaginais, além do cisto de gartner?
Além do cisto de Gartner, outros cistos vaginais podem ser diagnosticados nas mulheres. Entre os mais comuns estão o de inclusão e o de Bartholin, conheça mais sobre eles:

Cisto vaginal de inclusão:
É causado por lesões nas paredes vaginais e geralmente ocorre depois da realização de partos, devido aos cortes feitos para aumentar a abertura, ou após outras cirurgias.

Cisto vaginal de Bartholin:
Esse cisto se cria na abertura ou nos lábios vaginais. Se a glândula de Bartholin for coberta por uma pele, poderá haver a criação de líquidos. Isso resulta na formação de um cisto, majoritariamente indolor.

Os sintomas e tratamentos de ambos os cistos vaginais são semelhantes, da mesma forma que os seus prognósticos clínicos.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário