Busca avançada
  1. Home
  2. Cistotomia: o que é?
Cistotomia: o que é?

Cistotomia: o que é?

  • 13 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 578 visualizações
  • 0 Comentários

A cistotomia é uma cirurgia de derivação urinária. O objetivo é possibilitar a drenagem da bexiga em situações que a uretra não permite seu esvaziamento. Esta cirurgia resulta na colocação de uma sonda na bexiga, que fará a drenagem continuamente da urina para uma bolsa coletora, que deve ser trocada a cada 30-40 dias.

A indicação mais comum é para quando temos estenose uretral e queremos evitar o acúmulo de urina que pode levar a insuficiência renal obstrutiva. Normalmente, esse procedimento envolve um cateter suprapúbico inserido durante uma cistoscopia (inspeção telescópica da bexiga).

Esse procedimento permite que quaisquer anormalidades na bexiga sejam identificadas e muitas vezes corrigidas antes da inserção do cateter. Também fornece uma técnica pela qual o procedimento pode ser monitorado de perto e a posição exata do cateter suprapúbico determinado e controlado.

É o tipo de tratamento mais indicado em caso de câncer de bexiga que se encontra no estágio 2, que é quando o tumor atinge a camada muscular da bexiga, ou 3, que é quando ultrapassa a camada muscular da bexiga e atinge os tecidos ao seu redor. Assim, de acordo com a extensão e gravidade do câncer de bexiga, o médico pode optar por dois tipos de cistectomia.

Cistectomia parcial ou segmentar, que é normalmente indicado em câncer de bexiga que encontra no estágio 2, em que o tumor atinge a camada muscular da bexiga e está bem localizado. Assim, o médico pode optar por retirar apenas o tumor ou a parte da bexiga que contém o tumor, sem que haja a necessidade de remover totalmente a bexiga

Cistectomia radical, que é indicada no caso de câncer de bexiga de estágio 3, ou seja, quando o tumor também atinge os tecidos próximos à bexiga. Dessa forma, o médico indica, além da remoção da bexiga, a remoção da próstata e das glândulas seminais, no caso dos homens, e do útero e parede da vagina, no caso das mulheres. Além disso, dependendo da extensão do câncer, pode ser necessário, também, remover das mulheres os ovários, as tubas uterina e o útero, por exemplo.

Apesar da maioria das mulheres submetidas a esse tipo de cirurgia já estarem na menopausa, muitas podem ainda ter vida sexual ativa, sendo esse fator levado em consideração no momento da cirurgia. Além disso, os homens em idade reprodutiva também devem ter em mente a consequência da cirurgia, uma vez que na cistectomia radical a próstata e as glândulas seminais podem ser retiradas, interferindo na produção e armazenamento do sêmen.

Quanto tempo devo ficar com uma cistotomia?

A cicatrização depende de alguns fatores, como por exemplo estado nutricional do paciente, motivo da Cistotomia, tempo de Cistotomia, etc. Mas, geralmente, o orifício fecha em 72 horas se a causa tiver sido solucionada.

Quais são os efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais relativamente comuns são: Queimação leve temporária ou sangramento durante a micção.

Os efeitos colaterais Ocasionais são: Infecção da bexiga que precisa de antibióticos, obstrução de sonda por grumos ou coágulos, desconforto na bexiga e dor, vazamento persistente pela uretra, que pode precisar de uma nova operação para fechar a uretra, desenvolvimento de pedras e detritos na bexiga, causando obstrução do cateter, e exigindo remoção ou esmagamento por um procedimento adicional.

Os efeitos colaterais Raros são: Sangramento que requer irrigação, ou cateterismo adicional, para remover coágulo sanguíneo. Raramente, danos às estruturas circundantes, como intestino ou vasos sanguíneos com sérias consequências, possivelmente necessitando de cirurgia adicional.

O que fazer após o procedimento?

No local da incisão será necessário cuidados gerais com higiene e utilização de curativo até que haja cicatrização no perímetro da sonda. É importante higienizar também o cateter de cistostomia e o saco coletor a fim de evitar sujidade no orifício da sonda de cistostomia.

Orientações de como esvaziar serão explicadas após o procedimento. É importante tomar cuidado em evitar obstruir a sonda através de acotovelamentos, bem como não arrastar o coletor de urina.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

Deixe o seu comentário