Busca avançada
  1. Home
  2. Deseja parar de beber? Confira quais remédios que podem te ajudar!
Deseja parar de beber? Confira quais remédios que podem te ajudar!

Deseja parar de beber? Confira quais remédios que podem te ajudar!

  • 26 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 517 visualizações
  • 0 Comentários

Quais remédios podem ajudar quem quer parar de beber?

Existem alguns remédios que ajudam no processo de pessoas que desejam parar de beber, alguns exemplos são, o dissulfiram, acamprosato ou naltrexona, esse medicamentos auxiliam na estabilização de substâncias químicas no cérebro, que é responsável pelo aumento da vontade de consumir bebidas alcoólicas, além disso, também ajuda a diminuir a ansiedade e alivia os sintomas da crise de abstinência, alguns desses sintomas são tremores, fraqueza ou, em casos mais graves causa alucinações.

Para que se possa parar com o hábito de consumir bebidas alcoólicas é fundamental que a pessoa tenha disposição de efetivamente curar-se e esteja decidida a fazer o tratamento, isso porque usar os medicamentos de maneira irregular, juntamente com a ingestão de bebidas alcoólicas, pode agravar a situação ainda mais.

Ademais, é de fundamental importância ter um acompanhamento com um psicólogo, isso porque ele vai ajudar a identificar o que causa a compulsão por bebidas alcoólicas e a partir daí vai tomar atitudes que vão ajudar o paciente a diminuir ou parar com o consumo de bebidas alcóolicas.

Lembre-se também, de sempre procurar profissionais qualificados e de confiança para te ajudar, para isso conte sempre com a Unicallmed!

Os medicamentos que vamos citar abaixo devem sempre ser usados com a indicação de um psiquiatra, por conta deles poderem causar alguns efeitos colaterais como confusão mental, inchaço ou náuseas e vômitos graves, por exemplo. Separamos abaixo 2 medicamentos que ajudam no processo de parar de consumir bebidas alcoólicas, confira:

Dissulfiram:
O dissulfiram é um medicamento geralmente indicado para o tratamento do alcoolismo crônico, esse remédio age por inibir as enzimas que fazem a decomposição do álcool e que transformam o acetaldeído, um produto intermédio do seu metabolismo, em acetato, que é uma molécula que o organismo consegue eliminar.

Esse processo, por sua vez pode levar ao acúmulo de acetaldeído no organismo, o que é o responsável pelos sintomas da ressaca, levando assim a pessoa a ter alguns sintomas como vômitos, dores de cabeça, pressão baixa ou dificuldade para respirar, todas as vezes que ingerem bebidas com álcool, fazendo assim com que a pessoa pare de beber.

Como usar o dissulfiram?

A dose inicial normalmente indicada é de 2 comprimidos de 250 mg por dia em dose única nas primeiras semanas de tratamento. Depois dessa fase, a dose desse remédio pode ser mudada pelo psiquiatra, geralmente é aumentada para 125 mg ou até no máximo 500 mg por dia.

Quem não deve usar o dissulfiram?

Existem algumas exceções para o uso desse medicamento, ele não deve ser usado por mulheres que estão grávidas ou em período de amamentação nem por pessoas que tenham alergia ao dissulfiram, cirrose ou insuficiência hepática, diabetes, epilepsia ou que sofrem por problemas cardíacos como por exemplo a insuficiência cardíaca ou doença nas artérias coronárias.

Ademais, esse remédio não pode ser usado por pessoas que tenham ingerido bebidas alcoólicas durante as últimas 24 horas, pelo fato disso acabar causando efeitos colaterais graves, como dor no peito que pode se espalhar para outros membros do corpo, como convulsão, desmaio, respiração fraca ou lenta, ou batimentos cardíacos lentos, o que pode acabar colocando em risco a vida.

Naltrexona:
A naltrexona, ou cloridrato de naltrexona, como também é chamado é um medicamento indicado para quem deseja parar de beber por que ele ajuda a inibir estruturas do cérebro responsáveis pela sensação de prazer ao ingerir bebidas alcoólicas, deixando assim a pessoa parar de sentir os efeitos agradáveis do álcool, fazendo com que diminua a vontade de beber.

Como usar a naltrexona?

A dose normalmente indicada é de 1 comprimido de 50 mg ao dia, por até 12 semanas durante o tratamento, dependendo da orientação dada pelo médico.

Quem não deve usar a naltrexona?

A naltrexona não deve ser usada por mulheres em processo de gestação ou que estão amamentando, não deve ser usado também por pessoas que tenham alergia à esse remédio, que tenham doenças no fígado, como hepatite ou insuficiência hepática ou por pessoas que estejam fazendo tratamento com remédios opióides como morfina ou codeína, por exemplo.

Deixe o seu comentário