Busca avançada
  1. Home
  2. O que faz a um patologista?
O que faz a um patologista?

O que faz a um patologista?

  • 21 de abril de 2022
  • 0 Curtidas
  • 641 visualizações
  • 0 Comentários

O médico patologista é o especialista que se compromete a examinar os fluidos e os tecidos corporais. Ele se responsabiliza também por realizar necropsias e testes de laboratório. O patologista auxilia outros profissionais da saúde ao realizar diagnósticos e é um profissional fundamental da equipe de tratamento.

A patologia é a área responsável por estudar algumas doenças e está voltada para a análise das alterações provocadas nas células, nos tecidos ou nos órgãos.

Por essa razão, a patologia é considerada por alguns, a base científica da medicina e tem a responsabilidade de esclarecer os mecanismos que levam ao desenvolvimento de sintomas de uma doença. Ela pode ser dividida em duas áreas: Patologia Geral e Patologia Especial.

Patologia Geral:

Essa área se responsabiliza pelo estudo das reações presentes em células e tecidos devido a uma doença. Por isso, o estudo analisa as reações básicas, entretanto, não realiza a análise das reações específicas.

Patologia Especial ou Patologia Sistêmica:

Diferente da patologia geral, essa área é especializada para dar respostas específicas que ocorrem em órgãos e tecidos em função de uma determinada doença.

O patologista também pode atuar em todas as áreas da patologia, ou participar em subespecialidades em algumas áreas, como:

Citopatologia:
A Citopatologia é normalmente usada para descobrir e diagnosticar neoplasias, também pode ser usada como exame preventivo na procura do câncer de colo uterino.

Dermatopatologia:
Esta área é responsável pela interpretação de biópsias de pele. Os resultados obtidos podem auxiliar no diagnóstico de doenças cutâneas comuns, assim como doenças imunológicas complexas e neoplasias cutâneas.

Hematopatologia:
Essa é a área que se compromete no estudo de doenças, enfermidades e disfunções do sangue.

Mastopatologia:
Esta é uma subespecialidade responsável pela interpretação das afecções dos tecidos da mama. Auxilia principalmente no diagnóstico das neoplasias mamárias e ajuda a determinar fatores prognósticos e preditivos de carcinoma invasores.

Quais exames comuns solicitados pelo patologista? Existem muitos e variados exames que podem ser realizados nos laboratórios de análises clínicas. Confira abaixo alguns dos exames de sangue geralmente pedidos por esse especialista:

– Hemograma
– Perfil Lipídico (Colesterol Total e frações e Triglicerídeos)
– Glicemia
– HIV
– PSA

Cada um desses exames tem a sua função, em geral servem para avaliar o funcionamento dos órgãos e glândulas de formas diferentes ou auxiliar na detecção de infecções.

Exames de Urina:
O exame de urina analisa o perfil físico e o estado do sistema urinário do paciente. A solicitação desse exame deve ser feita pelo profissional patologista.
Alguns sinais são possíveis porque a urina é resultado da filtragem do sangue pelos rins, deste modo, o material que será recolhido neste procedimento contém resíduos e toxinas, mas também proteínas, açúcares e hemácias.

Exames de fezes:
O exame de fezes também é muito importante, ele é considerado outra análise clínica da patologia. De modo geral, esse exame é solicitado para auxiliar e desvendar problemas gastrointestinais, problemas no fígado, identificar se existem vermes e dificuldades na absorção de vitaminas.

Mitos e verdades da patologia:

Vamos desmistificar agora algumas das dúvidas mais frequentes em relação a patologia, continue a leitura e confira:

A biópsia é dolorida, em todas as situações?
Falso! Depende do órgão a ser biopsiado. Em alguns casos a anestesia local pode ser indicada, e em outros pode não ser necessário.

A biópsia só serve para identificar câncer?
Falso! Várias outras doenças podem ser diagnosticadas através da biópsia.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário