Busca avançada
  1. Home
  2. Quais exames recomendados após fazer uma curetagem?
Quais exames recomendados após fazer uma curetagem?

Quais exames recomendados após fazer uma curetagem?

  • 19 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 526 visualizações
  • 0 Comentários

O que é a curetagem?

A curetagem é um procedimento que pode ser usado como se fosse um diagnóstico em casos de alterações uterinas, ou talvez como um método de tratamento em casos de remoção de restos uterinos ou placentários, por exemplo, em caso de aborto. Sendo assim, separamos abaixo as principais diferenças, entre a uterina e a endocervical, são elas:

Curetagem uterina: se refere ao tratamento que exige a raspagem completa do útero, esse tratamento deve ser realizado em um hospital, podendo, dependendo do caso, haver até mesmo internamento hospitalar.

Curetagem endocervical: já este se refere ao exame de diagnóstico que retira apenas uma pequena amostra do tecido uterino, esse exame é realizado em um consultório, e é feito sem a necessidade de anestesia.

O exame de curetagem endocervical é um técnica que é considerada simples, pois ela pode ser feita no consultório de um ginecologista, esse exame geralmente vai durar entre 15 e 30 minutos. Mas, o tratamento de curetagem uterina deve ser realizado em um hospital, tendo assim necessidade de se seguir cuidados maiores. Nesse caso a mulher deve retornar até a sua casa acompanhada, pois a sensação de sonolência pode afetar a capacidade para a tomada de decisões ou para dirigir.

Quanto tempo leva para a recuperação da curetagem uterina?

O processo de recuperação e de tratamento dura em média cerca de 3 até 7 dias, durante esse período a mulher deverá permanecer em repouso para prevenir o aparecimento de algumas complicações, que são raras, mas caso não sejam tomadas as medidas corretas podem surgir, como por exemplo sangramentos, infecções uterinas, perfuração do útero, bexiga ou alça intestinal, e outros. Além disso, pode trazer também consequências como à formação de uma espécie de cicatriz que leva consequentemente à adesão das paredes do útero, fazendo com que se altere o ciclo menstrual e diminui a fertilidade da paciente.

Em meio a esse difícil período, é muito comum que a mulher sinta algum tipo de desconforto, o sintoma mais comum são algumas cãibras fortes que vão surgir por conta da contração intensa do útero após a realização do procedimento. A fim de aliviar esse desconforto o médico poderá receitar a injeção de analgésicos, ou talvez que se use uma bolsa de água quente sobre a região pélvica, pois isso também poderá ajudar a trazer alívio para o desconforto.

Já no caso da recuperação da curetagem endocervical (exame) o processo é mais simples, a mulher deve ficar em repouso no próprio dia, e usar absorvente íntimo, ingerir mais água que o habitual e repousar. O médico pode recomendar também o uso de alguns analgésicos como Paracetamol ou Dipirona para aliviar a dor e o desconforto, e pode ser recomendado também o uso da bolsa de água quente sobre a região abdominal porque isso pode ajudar no alívio da dor.

Quais cuidados devem ser tomados após a curetagem?

Em todo caso, na semana do procedimento o ideal é que não se faça esforços e por isso a mulher não deve ir trabalhar. O recomendado é ficar deitada, descansando enquanto lê um livro ou dorme. Depois de 3 dias de alta a mulher pode retomar suas atividades rotineiras, mas não deve ir à academia. Quando o sangramento e as cólicas diminuíram, pode-se voltar às atividades normais, inclusive à atividade física.

Após o procedimento é importante também tomar alguns outros cuidados como:

Não usar absorvente interno no primeiro mês após a curetagem;
Não usar o chuva vaginal para fazer lavagem da vagina;
Não ter relações sexuais por, pelo menos, 2 semanas.

Outro detalhe importante é sempre buscar atendimento qualificado e os melhores profissionais, com a ajuda da Unicallmed você pode encontrar profissionais qualificados próximo de você!

Deixe o seu comentário