Busca avançada
  1. Home
  2. Traquelectomia: quando é indicada?
Traquelectomia: quando é indicada?

Traquelectomia: quando é indicada?

  • 14 de julho de 2022
  • 0 Curtidas
  • 563 visualizações
  • 0 Comentários

Traquelectomia: quando é indicada?

Entre os principais tipos de cirurgia para tratar pré-cânceres e cânceres de colo do útero está a traquelectomia.

Qual a diferença entre traquelectomia e traquelectomia radical?

Traquelectomia radical é a cirurgia utilizada em casos iniciais de câncer do colo do útero, em que ele é retirado. Além dele também se retira uma porção da vagina e linfonodos inguinais. Essa cirurgia conserva o corpo do útero, preservando a fertilidade das pacientes que ainda desejam engravidar e que tiveram este tipo de câncer. E para ser feita em segurança, outros critérios devem estar presentes.

Diferente da conização, que é um procedimento realizado quando a paciente apresenta lesões precursoras do câncer do colo do útero, em que se retira apenas uma porção dele.

A traquelectomia radical, permite que as mulheres sejam tratadas, sem perder a fertilidade. A cirurgia é feita através da vagina ou do abdome e, às vezes, por laparoscopia. Nesta cirurgia, é realizada uma ressecção cônica do colo uterino, que pode ser feita com bisturi (a frio) ou com uma alça cortante por meio de um aparelho de leep. É um procedimento ambulatorial (a paciente vai de alta do hospital no mesmo dia da cirurgia) e a recuperação costuma ser tranquila, com cólica leve e sangramento vaginal leve a moderado.

Esse procedimento remove o colo do útero e a parte superior da vagina, mas não o corpo do útero. O cirurgião coloca uma bolsa alinhavada de modo a agir como uma abertura artificial do colo do útero dentro da cavidade uterina. Os linfonodos são removidos por laparoscopia, o que requer outra incisão. A cirurgia é realizada por via vaginal ou abdominal.

Após a traquelectomia, algumas mulheres engravidam e têm uma gestação normal. O bebê nasce saudável, mas é obrigatória uma cesariana.

Quando a traquelectomia é indicada?

Os critérios para a TRV são: desejo de gestar, tipos histológicos epidermóide, adenocarcinoma ou adenoescamoso, tumor até 2 cm de diâmetro, invasão estromal até 10mm, linfonodos negativos e margem negativa de 5 mm.

Em pacientes com tumores iniciais e desejo de gestar, a traquelectomia radical (vaginal, abdominal ou laparoscópica) com linfadenectomia é considerada o tratamento padrão. A cirurgia inicia com o inventário da cavidade e biópsias de congelação de qualquer lesão suspeita, a seguir a linfadenectomia pélvica com a pesquisa prévia de linfonodo sentinela e, se negativos à congelação, a traquelectomia é realizada.

A cirurgia preservadora da fertilidade em câncer de colo uterino deve ser oferecida às pacientes, desde que os critérios sejam respeitados.

O câncer de colo uterino ocorre em mulheres jovens, em vida reprodutiva e por vezes sem filhos. Sonoda e cols identificaram que 48% das pacientes submetidas a histerectomia radical no Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, entre 1985 e 2001 eram elegíveis para cirurgia conservadora (Sonoda 2004). Embora não exista estudo randomizado, as séries publicadas mostram taxas similares de recorrência e sobrevida da TRV comparada à histerectomia radical.

Quando posso engravidar?
Após a cirurgia, o resultado definitivo do laudo histopatológico precisa confirmar que as margens de ressecção do tumor (tanto a vaginal quanto a do istmo) e os linfonodos são negativos. Depois disso, a paciente permanece em controle ambulatorial por cerca de seis meses, quando, então, é autorizada a gestação. Após a traquelectomia radical, cerca de 35% das pacientes conseguem ter filhos. O parto, nesses casos, deve ser cesárea.

Qual o período de repouso de uma cirurgia de traquelectomia?
Geralmente a paciente pode retornar às suas atividades normais no dia seguinte, porém atividade física e relação sexual apenas serão liberadas após a consulta de revisão. A depender de cada caso, Pelo menos sete dias de repouso e trinta dias sem relações sexuais.

Busque sempre a ajuda de profissionais qualificados e eficazes que vão estar prontos e dispostos para te ajudar, conte com a Unicallmed para te ajudar!

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário